sábado, 10 de julho de 2010

Cabisbaixa, Alemanha bate Uruguai e leva 3º lugar de novo


Em uma partida movimentada no Estádio Nelson Mandela Bay, em Port Elizabeth, a Alemanha - que não mostrou muito ânimo nas comemorações - bateu o Uruguai por 3 a 2 e assegurou a terceira colocação da Copa do Mundo de 2010. O jogo teve duas viradas e derrubou um tabu da história dos Mundiais: pela primeira vez, uma seleção ficou com o 3º lugar em duas ocasiões consecutivas. Em 2006, os germânicos venceram Portugal por 3 a 1 e obtiveram a mesma colocação.

» Veja fotos de Uruguai x Alemanha
» Dê a sua nota para os jogadores de Uruguai x Alemanha

Müller, Jansen e Khedira marcaram os gols que garantiram o terceiro lugar da Copa para a Alemanha pela quarta vez em sua história. Para o Uruguai, que brigava por sua melhor colocação desde a Copa de 1970 - quando ficou em quarto após perder exatamente para os alemães - não foram suficientes os gols de Cavani e Forlán.

As duas seleções tiveram mudanças entre os titulares. Do lado uruguaio, o técnico Oscar Tabárez sacou Victorino, Álvaro Pereira e Gargano para os retornos de Lugano, Fucile e Suárez; pelos alemães, o artilheiro Klose, com dores nas costas, foi a maior baixa, ficando a um gol de igualar o recorde de Ronaldo em Copas (15 gols). O brasileiro Cacau foi seu substituto. O capitão Lahm, o goleiro Neuer e o meia-atacante Podolski também ficaram de fora, dando lugar a Aogo, Butt e Jansen.

Sob uma chuva torrencial, os dois times encontraram dificuldades em tocar a bola no começo da partida. O mau tempo, somado à falta de iniciativa das equipes, fez com que os primeiros minutos de jogo fossem pouco movimentados. A primeira chance foi uruguaia: aos 9min, Forlán bateu falta para fora, com perigo.

A resposta veio três minutos depois. Özil bateu escanteio e Friedrich acertou cabeçada na trave; no rebote, o desvio de Müller foi interceptado por Godín. Pouco a pouco, os alemães foram dominando as ações no meio de campo, levando perigo ao gol uruguaio.

O gol não demorou a sair. Aos 18min, Schweinsteiger - que assumiu a braçadeira de capitão com a saída de Lahm - arriscou de longe e o goleiro Muslera rebateu a bola para o meio da área. Thomas Müller aproveitou a falha do camisa 1 e só teve o trabalho de chutar para o gol vazio no rebote, marcando seu quinto gol na Copa do Mundo.

O time alemão diminuiu o ritmo depois de abrir o placar e permitiu a reação dos sul-americanos. Com 27min, após Schweinsteiger ser desarmado no meio de campo, Suárez puxou o contra-ataque e acionou Cavani na esquerda. O jogador entrou na área e tocou com tranquilidade no canto de Butt para empatar.

Os últimos lances do primeiro tempo foram todos do Uruguai, que cresceu após o empate. Aos 41min, Suárez escapou pela direita e ficou cara a cara com o goleiro, mas o chute cruzado saiu ao lado. Três minutos depois, Forlán tentou fazer gol olímpico em cobrança de escanteio pela esquerda e quase surpreendeu Butt.

Os uruguaios continuaram melhores na volta do intervalo. Com 2min, Forlán deu belo passe para Cavani na área, mas Butt saiu bem para abafar; na sobra, Suárez chutou em cima do goleiro alemão. Aos 5min, porém, não teve jeito: Arévalo cruzou da direita e Forlán emendou um lindo sem-pulo para virar a partida, chegando também à marca de cinco gols no Mundial.

Mesmo sem muita inspiração, a Alemanha demorou só cinco minutos para empatar. Boateng levantou a bola na segunda trave, Muslera saiu mal e Jansen subiu para desviar de cabeça, deixando tudo igual no placar e cortando o bom momento do Uruguai no jogo. Aos 12min, Özil teve a chance de marcar o terceiro, mas demorou para chutar e foi desarmado na área.

Suárez assustou Butt com um chute forte de longa distância aos 17min, mas o camisa 22 alemão espalmou bem. Dois minutos depois, Forlán parou novamente em boa defesa do goleiro. A Alemanha jogava bastante pela esquerda com Jansen, que arriscou e mandou para fora aos 24min.

Quando tudo parecia indicar um empate no tempo normal, Khedira fez o terceiro da Alemanha. Após cobrança de escanteio aos 36min, a bola rebateu em Lugano e sobrou limpa para o volante alemão, que cabeceou para o fundo das redes e definiu o terceiro lugar para a seleção europeia. Forlán ainda acertou a trave no último lance do jogo e por pouco não levou a decisão para a prorrogação.

FICHA TÉCNICA

Uruguai 2 x 3 Alemanha

Gols
Uruguai: Cavani, aos 27min do 1º tempo, e Forlán, aos 5min do 2º tempo
Alemanha: Müller, aos 18min do 1º tempo; Jansen, aos 10min, e Khedira, aos 36min do 2º tempo

Ponto Forte do Uruguai
Movimentação de Forlán, que comandou o ataque e infernizou a zaga alemã

Ponto Forte da Alemanha
Bom aproveitamento nas jogadas aéreas

Ponto Fraco do Uruguai
Insegurança de Muslera, que falhou nos dois primeiros gols da Alemanha

Ponto Fraco da Alemanha
Com mudanças entre os titulares, não mostrou o entrosamento e a troca rápida de passes de outras partidas

Personagem do jogo
Khedira, que definiu a vitória alemã com um gol de cabeça

Esquema Tático do Uruguai
4-4-2
Muslera; Fucile, Lugano, Godín e Cáceres; Maxi Pereira, Diego Pérez (Gargano), Arévalo e Cavani (Loco Abreu); Suárez e Forlán. Técnico: Oscar Tabárez

Esquema Tático da Alemanha
4-2-3-1
Butt; Boateng, Mertesacker, Friedrich e Aogo; Khedira e Schweinsteiger; Müller, Özil (Tasci) e Jansen (Kroos); Cacau (Kiessling). Técnico: Joachim Löw

Cartões amarelos
Uruguai: Diego Pérez
Alemanha: Aogo, Cacau e Friedrich

Árbitro
Benito Archundia (MEX)


Local
Estádio Nelson Mandela Bay, Port Elizabeth
Fonte Terra

Nenhum comentário: